Tudo sobre a reforma trabalhista e a melhor forma de estudá-la

Tempo de leitura: 1 minuto

Conheça os pontos essenciais da reforma trabalhista no maior infográfico já criado

Em alguns dias a reforma trabalhista atingirá todos nós.

O texto altera mais de 100 artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e cria ao menos duas modalidades de contratação: a de trabalho intermitente, por jornada ou hora de serviço, e o chamado teletrabalho, que regulamenta o “home office”.

Em alguns artigos já se discutem critérios adotados pelo legislador, como delimitação dos danos morais. Na reforma trabalhista é tratado como dano extrapatrimonial.

Para ajudá-lo a compreender melhor tudo o que virá pela frente, com a reforma trabalhista, nossa equipe trabalhou muito para fazer este fantástico infográfico.

Nossa recompensa por este trabalho é saber se foi útil para você. Para isso, preciso que você adote dois passos:

Passo #1: Compartilhe em sua rede social (pois assim outros poderão ver este conteúdo);

Passo #2 Deixe um comentário no final da página;

Isso ajuda nossa equipe seguir o melhor caminho para prosseguir produzindo artigos, petições, infográficos e cursos gratuitos com utilidade para todos nós, advogados!

Veja os pontos principais da reforma:

Elias Evangelista

Advogado, Contabilista, Mestre em Direito Processual Coletivo, Especialista em Direito Bancário e Previdenciário, é Professor Universitário em Cursos de Graduação, Pós-Graduação e Cursos Práticos Online. Trabalhou como Coordenador em Cursos de Direito, é Sócio, Professor e Coordenador do IAPA – Instituto de Aperfeiçoamento em Práticas da Advocacia. Proprietário do Escritório “Evangelista Advocacia” e Sócio do Escritório “Proempresa Assessoria Contábil e Tributária”.

28 Comentários


  1. Parabenizo o IAPAJUS pelos incansáveis esforços direcionados à produção de conteúdo relevante ao mundo Jurídico.
    O infográfico sobre os principais pontos da Reforma Trabalhista tocou nos principais, e mais críticos, pontos da matéria.

    Cordialmente,
    Éric Dionísio.

    Responder

    1. Tenho 22 anos trabalho isalubre e sou portador de hiv como posso fazer para me aposentar pois tenho más de 180 contribuição é tenho56 anos

      Responder

  2. Como sempre o IAPAS arrebentando. Ótima matéria. Dr. Elias vc é fantástico. Obrigado.

    Responder
    1. Elias Evangelista

      Bom dia dr Cleber!

      Grato pelos elogios! Nossa equipe aqui trabalha muito para contribuir um pouco com nosso atividade na advocacia. Obrigado, abcao

      Responder

  3. Parabéns ao IAPAJUS e ao Dr. Elias pela oportunidade de aperfeiçoamento em nossa carreira com os excelentes textos apresentados.

    Responder

  4. De suma importância esse trabalho que discorre sobre os pontos que sofrerão mudanças para que já possamos ir reiterando do assunto. Continue sempre com essa atenção e dedicação, parabéns à equipe.

    Salimar Damaceno

    Responder

  5. José Roberto de Lima, Faço meus os comentários anteriores. Parabéns Professor Doutor Elias Evangelista.

    Responder

  6. Muito bom mesmo!!! Excelente explanação das mudanças no Direito trabalhista!
    Parabéns!

    Responder

  7. Olá Doutor Elias, li sua tese sobre dano moral e acordão supracitados e, realmente, a tese ficou excelente, parabéns! Tenho um questionamento, sobre algo na reforma trabalhista:

    O texto acima explica: “caso o empregado assine a rescisão contratual, não poderá questioná-la na justiça trabalhista depois”.
    Como se dará isso na pratica? Pensando no empregado que não pode se defender/entender o que lhe esta, realmente, sendo pago?
    Gostaria de saber, por gentileza, o que o Doutor Elias, pensa sobre isso? Obrigado.

    Parabéns pelos artigos elucidativos, para mim, que estou em início de carreira, ajuda muito, Obrigado!
    O artigo ficou excelente!

    Responder

  8. Obrigado pelos esclarecimentos Dr.
    Agora é aguardar o que será vetado e como será na prática, após a vigência da nova lei.

    abs

    Responder

  9. Mais um trabalho de excelência produzido pelo IAPAJUS e pela brilhante equipe do Dr. Elias.

    Responder

  10. Boa tarde Dr(º) Elias!!!! Excelente comentários através de infográfico da aprovação da novas regras da CLT;
    Carlos cunha.

    Responder

  11. Doutor Elias, boa noite, Excelente seu material, contudo ainda restam duvidas acredito que em todos nós advogados que militamos na Especializada laborativa.
    Uma delas por exemplo, a partir de novembro inicia-se as mudanças, hipoteticamente os processos distribuídos antes, ou seja, até 31.10.2017, podem sofrer aplicações da reforma, como imposição de custas a perícias ou mesmo processuais e honorários sucumbenciais?
    Obrigado por dividir conosco seus conhecimentos, atenciosamente.

    Responder

  12. Parabéns Prof. Dr. Elias e a toda equipe do IAPAJUS, belo trabalho efetuado , e que
    vocês continuem sempre a nos orientar , adorei seus artigos elucidativos.

    Responder

  13. MUito bom!! principalmente por tratar de assuntos e materias específicas.

    Responder

  14. Excelente trabalho informativo sobre as mudanças na CLT.
    Vão ajudar a sanar possíveis dúvidas a respeito da matéria trabalhista.

    Responder

  15. Parabéns Prof. Dr. Elias e a toda equipe do IAPAJUS, belo trabalho efetuado , e que
    vocês continuem sempre a nos orientar , adorei seus artigos elucidativos.

    Responder

  16. Parabéns Dr. Elias Evangelista pela temática e a forma como foi abordada, de maneira didática e de fácil compreensão para todos que venham buscar informações atinentes a Reforma Trabalhista !

    Responder

  17. Dr Elias – muito importante a explanação de mudanças por artigo o Antes e o Depois.
    Um voto de louvor pelo seu trabalho.
    AFFONSO CARRASCO – OAB-9697 – BA – (atuante na Justiça trabalhista e Defesa do Consumidor ). SOU NATURAL DE JABOTICABAL – Recomendação ao colega e amigo Dr. Flavio Valerio
    Ilheus – Bahia

    Responder

  18. Excelente! Parabéns pelo ótimo trabalho! O infografico está muito bom, explica de forma clara as mudanças vindouras!

    Responder

  19. Muito interessante o material. Obrigada pela disponibilidade em criar algo de tão simples compreensão.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *